Os Produtos
Institucional
Artigos
Contate-nos
Representantes

Água Mineral

Água Mineral

Não confunda com água potável


A população de outros estados tem sido convidada para o consumo de um 'novo' produto: Água Mineral. Novas marcas e diversas distribuidoras têm surgido no mercado. É natural que numa situação difícil, como a que atravessamos atualmente no Brasil, as pessoas busquem novas oportunidades de negócios. E é neste cenário que surgem os distribuidores de água mineral. A concorrência é grande e a questão muitas vezes acaba sendo tratada apenas pelo lado do preço e informações superficiais.

No entanto em se tratando de água mineral é preciso alguns cuidados e esclarecimentos, pois por definição, água mineral é aquela que, em função de sua composição química, além de matar a sede, ou seja ter a função potável, têm também uma ação medicamentosa. É como todo medicamento precisa precisa haver a adequação entre o que se toma e para que serve. Se não for assim basta tomar água potável.

Se, como dizia o Dr. Corrêa Netto, nem os meios científicos brasileiros ainda não deram o devido apreço às águas mineromedicinais como recursos médicosclínicos, o que dizer da comercialização e uso indiscriminado do produto. Parafraseando para concluir, o sábio conceito do professor de medicina, L. Merklen, da Universidade Francesa de Nancy: a água mineral ainda é um medicamento como os demais, que as pessoas e, principalmente, o clínico deve considerar.

A água para ter a classificação de mineral, precisa passar por diversas camadas de subsolo, até atingir as profundezas. Neste percurso, graças ao seu poder solvente, vai retirando os sais minerais existentes no caminho, Cálcio, Sódio, Potássio, Magnésio, Flúor, Vanádio e até o gás natural vão sendo agregados no trajeto.

Pelo caminho ela recebe ainda outras influências como o calor, a energia (as radioatividades). O equilíbrio ácido-base também se forma nesta passagem pelas rochas. O gás carbônico oriundo do magma confere algumas águas a gostosa caraterística gasosa natural, que é diferente da gasosa artificial.

Como nem todos os solos e subsolos são iguais, as águas também não o são. De acordo com a composição química as águas minerais se classificam em: Fluoretada (que mantém a saúde dos ossos e dos dentes), Magnesiada (que é indicada para o fígado e intestinos), sulfatada (que atua como antinflamatório e antitóxico), bicarbonatada (indicada para doenças estomacais), vanádica (que é relaxante), carbogasosa (diurética e digestiva), alcalina (que diminui a acidez estomacal e é bom hidratante para a pele), radioativas (que são energéticas) e outras, de acordo com seus sais.

Uma dica final. Quando for selecionar sua água mineral observe bem o rótulo pois a verdadeira água mineral deve trazer, de acordo com o Código das Águas Minerais (Decreto-Lei nº 7.841 de 8 de agosto de 1945) as seguintes informações: nome da fonte, natureza da água, localidade, data e número de concessão, nome do concessionário, características físico-químico, composição analítica e classificação segundo o D.N.P.M., o volume do conteúdo, ano e mês de engarrafamento e prazo de validade, fecho inviolável, para que você faça a seleção do melhor produto para o consumo seu e da sua família.

Beber 2 litros de água por dia e repor os sais minerais é uma recomendação muito importante para sua saúde. Por tudo isto a água mineral é um importante produto que precisa ser melhor conhecido e usado.

João Pereira Pinto, sócio-proprietário da Casa de Água.  

Empresas de Águas Minerais Ibirá Ltda.
Fazenda Termas de Ibirá s/n - Termas de Ibirá - SP - Cep: 15868-000
Fones: (0xx17)  3551-1921
Atendimento ao Consumidor: 0800-106767

Desenvolvimento MaquinaWEB™ Studio and Solutions®